Project Description

Retrato de São Francisco de Borja

São Francisco de Borja foi uma figura de especial relevo no âmbito da implantação da Companhia de Jesus em Portugal, encontrando-se representado igualmente em escultura da mesma época deste retrato, no retábulo principal da Igreja de São Roque.

Francisco de Borja nasceu em Gandia, em 1510, tendo falecido em Roma em 1572. Filho de Joana de Aragão viria a casar com D. Leonor de Castro, assumindo importantes cargos ao longo da sua vida, como Marquês de Lombay, Vice-rei da Catalunha, 4.º duque de Gandia, estribeiro-mor da imperatriz D. Isabel, chegando a ser nomeado Cardeal pelo Papa Paulo III. Professou votos na Companhia de Jesus tardiamente, já depois de viúvo, assumindo depois o importante cargo de terceiro Geral da Companhia, cargo que deteve desde 1565 até à sua morte. A sua iconografia, representada pela caveira coroada, associa-se à visão que terá tido do cadáver da imperatriz Isabel de Portugal, mulher do imperador Carlos V, coroada e sustentando um cetro, visão esta que incentivou o seu voto religioso e consequente renúncia ao mundo. Além deste elemento iconográfico, visível por detrás do Santo, os chapéus invocam a categoria de Cardeal, de que abdicou, e na zona do fundo uma alusão às riquezas terrenas. No topo direito, as insígnias da Companhia de Jesus entrelaçadas com as iniciais da Virgem Maria. Toda a pintura é recortada num círculo rematado por uma magnífica moldura.

Retrato de São Francisco de Borja
DETALHES

AUTOR

Domingos da Cunha, o Cabrinha

LOCAL/DATA

Portugal, c. 1630

MATERIAIS

Óleo sobre madeira

DIMENSÕES

110 x 110 cm

INV

Pin.49