Project Description

Cofre-Relicário

Cofre namban, decorado integralmente com incrustações de madrepérola sobre laca negra, com apontamentos pontuais a ouro, ostentando cartelas polilobadas com elementos vegetalistas. Esta peça distingue-se não só pela sua beleza formal, mas também pela sua proveniência, uma vez que se trata de uma antiga doação à Casa Professa da Companhia de Jesus.

A sobrevivência de um considerável número de pequenos cofres nambans, em Portugal, deveu-se essencialmente à sua reutilização para o culto cristão, como relicário ou urna para o Santíssimo.

Em museus portugueses e coleções particulares europeias, encontramos variados modelos deste género, tanto para uso laico como religioso, tendo sido usados em grandes quantidades noutras zonas do Índico como objetos de trocas e ofertas.

Cofre-Relicário
DETALHES

LOCAL/DATA

Japão, séc. XVI/XVII, período Momoyama

MATERIAIS

Madeira lacada a negro, madrepérola, ferragens de cobre dourado.

DIMENSÕES

15,2 x 23 x 13,2 cm

INV

RL.272